Como viver quando a fonte esgotar?

Os alunos da ARTEAM construíram  uma instalação artística inspirados no valor dos recursos hídricos e na importância e necessidade vital de os proteger. Contrastaram a beleza das fotografias de Portugal Subaquático (autoria de Luís Quinta), com o desagradável impacto visual de lixo comum que atinge os cursos de água e os oceanos, promovendo a reflexão sobre a ação antrópica e respetivo impacte nos ecossistemas marinhos.  

 

O que nos une é a música e a proteção dos recursos hidráulicos também!

 

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência. Leia mais
Ok